20/06/2022 às 13h29min - Atualizada em 21/06/2022 às 18h10min

Taboquinhas, distrito de Itacaré-BA, ganha espaço como destino ideal para os amantes de chocolate e ecoturismo

Reconhecida como uma das regiões mais visitadas da Bahia, a Costa do Cacau é famosa pelas belezas naturais.

SALA DA NOTÍCIA Priscilla Kopke
 

Taboquinhas, distrito de Itacaré-BA, ganha espaço como destino ideal para os amantes de chocolate e ecoturismo

Reconhecida como uma das regiões mais visitadas da Bahia, a Costa do Cacau é famosa pelas belezas naturais. O trecho de 20 quilômetros no litoral sul é cercado de praias paradisíacas e muitas intocadas, falésias, vastos coqueirais, densos manguezais, rios margeados por fazendas de Cacau, áreas preservadas de Mata Atlântica, cachoeiras, cenários para esportes radicais e de aventura. Um destino para quem deseja ficar em contato direto com a natureza e para os amantes do ecoturismo.  

A Costa do Cacau está composta por oito municípios: Itacaré, Uruçuca, Ilhéus, Itabuna, Olivença, Una, Santa Luzia e Canavieiras, ocupando 20 quilômetros da região. A arquitetura preserva casarios coloniais dos séculos 18 e 19, ruas de pedras, igrejas antigas, parte importante da história do período da produção exportação cacaueira, atividade primordial da economia brasileira na época.

Um trecho da Costa do Cacau ganha destaque. Trata-se de Taboquinhas, distrito de Itacaré, que já foi centro nervoso de todo o município baiano, especialmente na época da cultura do Cacau. O turismo rural se expande na região por meio das antigas fazendas do fruto. Várias delas se tornaram pontos atrativos como a Vila Rosa, que oferece aos visitantes uma imersão no mundo do chocolate. O roteiro inclui conhecer o processo de produção artesanal, desde a amêndoa de cacau até à barra de chocolate. No passeio é possível fazer trilhas pela Mata Atlântica, pomares, jardins, piscinas naturais e visita ao antigo casarão com direito a degustar excelentes sabores de chocolates artesanais.

Mas, além da exploração do circuito do Cacau, a cidade passou a ser vista como o lugar perfeito para o turismo de aventura, que foi preponderante no desenvolvimento local. Taboquinhas reúne uma série de atrativos que abrem suas portas para o turista vivenciar a época do “ouro negro”, e locais para a prática de esportes de aventura como o rafting, rapel e tirolesa.

As praias são os destinos mais procurados pelos visitantes, mas as cachoeiras estão ganhando o coração dos turistas. Duas estão entre as preferidas, com  destaque para a Cachoeira da Usina.  A Cachoeira de Noré,  por sua vez, com uma queda de 15 metros, é propícia para a prática de rapel. Para chegar ao local é necessário cruzar o Rio de Contas de canoa e percorrer uma trilha de 10 minutos de caminhada dentro da fazenda de Cacau. A Cachoeira da Pancada Grande é uma das maiores quedas d’água da região, com aproximadamente 40 metros de altura. Fica a uma hora do Cais do Forte por barco a motor subindo o Rio de Contas e mais 40 minutos de caminhada por uma trilha.

Taboquinhas é encantadora. Do azul do mar ao verde da Mata Atlântica, mistura lugares para aventureiros e para surfistas, convívio com a natureza e local perfeito para degustar o “ouro negro” nas visitas a fazendas de cacau.


 
Link
Notícias Relacionadas
Comentários »
Contato pelo whatsapp...
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp