20/06/2022 às 11h34min - Atualizada em 20/06/2022 às 11h34min

Sebrae/SC promove evento para entrega do documento oficial que delimita a área da Indicação Geográfica Ostras de Floripa

Da Redação
Divulgação
O documento oficial de reconhecimento de delimitação da área de Indicação Geográfica (IG) das Ostras de Floripa, na qualidade de Denominação de Origem (DO), será entregue pela Secretaria de Estado de Agricultura, da Pesca e do Desenvolvimento Rural (SAR) à Federação das Empresas de Aquicultura de Santa Catarina (Feaq) na próxima segunda-feira, 20 de junho, às 18h, em evento realizado na sede do Sebrae Santa Catarina, em Florianópolis. O documento contribui para o pedido de registro do selo de Indicação Geográfica. 
 
Diversas instituições se uniram para contribuir com o processo
de pedido da Indicação Geográfica Ostras de Floripa, a fim de apresentar um estudo completo, contemplando todas as áreas necessárias para prestar assistência ao documento. A união de esforços contribuiu para a construção do Dossiê de reconhecimento da DO “Ostras de Floripa” como um produto protegido com características singulares e próprias estabelecidas por seu meio geográfico, e que considera os trinta anos em que se produz comercialmente o molusco na região. São cinco municípios envolvidos na área dessa Indicação Geográfica: Florianópolis, Governador Celso Ramos, Biguaçu, São José e Palhoça. 
 
Considerando a tradição e a cultura da atividade da maricultura que se estabeleceu na região, e a indústria de processamento de moluscos, a gastronomia e o turismo voltado às Ostras e aos Mariscos, a região da Grande Florianópolis é considerada a maior produtora de Ostras do Brasil, abastecendo atualmente 92% do mercado nacional.
 
Quando conquistado, o registro de Indicação Geográfica irá destacar que as Ostras de Floripa são diferenciadas das outras produzidas no país, valorizando sua história e características únicas. Por meio do selo, as Ostras de Floripa terão mais potencial de agregar valor econômico e conquistar novos mercados. O registro da IG é dado aos produtos que apresentam uma qualidade única e características do seu local de origem.
 
“A entrega deste documento representa mais um passo rumo a conquista do selo de Indicação Geográfica das Ostras de Floripa, junto a outras Indicações de produtos catarinenses já registradas. O documento foi um trabalho realizado a várias mãos, e que tem como grande objetivo valorizar as Ostras de Floripa nacional e internacionalmente, contribuindo para a economia da região e a sustentabilidade dos pequenos negócios. Esperamos em breve celebrar a conquista de mais essa IG catarinense!”, afirma o diretor técnico do Sebrae/SC, Luc Pinheiro. 
 
Indicações Geográficas já registradas em Santa Catarina
 
O estado está representado por sete Indicações Geográficas de produtos como os Vinhos e Espumantes de Uva Goethe - dos Vales da Uva Goethe, a Banana da Região de Corupá e o Queijo Artesanal Serrano – dos Campos de Cima da Serra, Mel de Melato de Bracatinga do Planalto Sul Brasileiro, a Maçã Fuji da Região de São Joaquim, os Vinhos de Altitude de Santa Catarina e a Erva-mate do Planalto Norte Catarinense.
 
Próximas Indicações Geográficas
 
Atualmente, o Sebrae/SC e outros parceiros lideram o processo de conquista da IG para outros 07 territórios e seus produtos associados: as Ostras de Floripa, o Camarão Laguna, Cachaça e Banana de Luiz Alves, Linguiça Blumenau, Alho Roxo do Planalto Catarinense e Milhos Crioulos de Anchieta.

Link
Notícias Relacionadas
Comentários »
Contato pelo whatsapp...
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp