20/01/2021 às 00h00min - Atualizada em 20/01/2021 às 00h00min

​​Qualidade da água nos rios de SC apresentam melhora em dezembro, diz Sema

Da Redação
Mauricio Vieira/Secom
A Secretaria Executiva do Meio Ambiente (Sema), integrada à Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDE), lançou nesta última segunda-feira, 18, em parceria com a Agência Nacional de Águas (ANA), o segundo Boletim de Monitoramento da Qualidade das Águas, o Qualiagua, referente à campanha de dezembro. Nesta edição, o estudo, que tem a missão de balizar ações para o cuidado dos rios, apresentou melhora na qualidade da água se comparado com o estudo apresentado em setembro de 2020. 

Dos 40 pontos analisados, dois pontos apresentaram classificação ruim, 28 razoável e 10 boa. Ao todo, 13 pontos obtiveram parâmetros em desconformidade com a legislação, prevista na Resolução do Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama).

A maioria delas está relacionada aos parâmetros de coliformes termotolerantes, fósforo total e turbidez.
Já quando se trata dos 40 pontos estudados na vertente litorânea, 67,5% apresentaram melhora no indicador se comparado com o último estudo, apresentado em setembro de 2020; 5% mantiveram o mesmo valor de Índice de Qualidade da Água; e apenas 27,5% demonstraram piora no IQC.

“Parte desta melhora pode ser atribuída à maior vazão nos rios em razão das chuvas ocorridas no mês de dezembro. Quando se trata da qualidade global das águas, 70% dos pontos foram classificados na condição razoável. Nosso trabalho de monitoramento vai continuar, visando a efetividade e o avanço do processo de gestão de ações de conservação e sustentabilidade dos rios no Estado”, detalha o diretor de Recursos Hídricos e Saneamento da SDE/Sema, Leonardo Ferreira.

O Programa de Monitoramento de Santa Catarina é uma das linhas de ação previstas no Plano Estadual de Recursos Hídricos, o qual contribui para o objetivo de melhorar a qualidade da água em Santa Catarina. Em 2019, foram monitorados 23 pontos, sendo estes ampliados para 40 pontos em 2020. Neste ano, serão monitorados mais 60 pontos, totalizando 100 pontos analisados em todo o Estado. A duração total do programa é de cinco anos e, ao todo, são realizadas quatro coletas por ano, sendo disponibilizadas divulgações trimestrais.
 
Link
Notícias Relacionadas
Comentários »
Contato pelo whatsapp...
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp