14/01/2021 às 18h05min - Atualizada em 14/01/2021 às 18h05min

Força-tarefa contra esgoto irregular multa e notifica imóveis no Norte e no Sul da Ilha

Da Redação
Diego Berselli/Floripa Se Liga Na Rede
Em blitz semanal contra esgoto irregular, força-tarefa da Prefeitura Municipal de Florianópolis (PMF) e da Casan fiscalizou imóveis do Norte e do Sul da Ilha, em operações diárias que resultaram em multas, notificações e um lacre.

 Com as fiscalizações iniciadas em Ingleses, na manhã de segunda-feira (11), a Blitz Sanear flagrou condomínio localizado na Servidão do Gerivá com o esgoto da pia de cozinha extravasando a céu aberto. A Vigilância Sanitária deu prazo de quatro dias, até sexta-feira, para que o proprietário regularize a situação.

Testes em casas das ruas José Cassol e Cassiano Gregório Flor e na esquina da Estrada Dario Manoel Cardoso com a Servidão Luiz Flor Francisco, também localizadas no balneário do Norte da Ilha, não apontaram ligações irregulares. 

Na terça-feira (12), em Canasvieiras, o proprietário de um edifício multifamiliar na Rua Acary Margarida foi multado por crime ambiental pela Floram: caixas de passagem com infiltrações lançavam o esgoto do local na rede de drenagem pluvial. 

Na mesma rua, uma tubulação clandestina foi lacrada pela equipe de fiscalização. O grupo ainda vistoriou, nessa manhã, imóveis da Rua da Paz, na Cachoeira do Bom Jesus.

Do Norte da Ilha, a equipe do Grupo Sanear Floripa – formado por fiscais e técnicos da Vigilância Sanitária, Floram, Casan, Secretaria de Infraestrutura e ECHOA Engenharia – descolou-se, na quarta-feira (13), para o Campeche, no Sul.

Dois imóveis fiscalizados na SC-406 – um restaurante e uma casa – apresentavam irregularidades nas ligações de esgoto. O primeiro, sem manutenção nas caixas de gordura, foi multado pela Vigilância Sanitária, que ainda requereu o Habite-se do estabelecimento; o segundo, com fossa extravasando, foi notificado e recebeu prazo 15 dias para se regularizar.

 O proprietário de imóvel na Servidão Eurico Leopoldo Rodrigues, via localizada no Novo Campeche, próxima ao Rio Tavares, foi notificado por ter caixa de gordura com infiltrações e caixa de passagem retendo esgoto e terá que apresentar o Habite-se.

Ainda no Campeche, agora próximo à praia e ao Morro das Pedras, a Vigilância requereu o Habite-se e o projeto hidrossanitário de um condomínio na Servidão Recanto das Dunas, após não ter sido possível identificar com os testes lançamento irregular de esgoto. 

Nesta quinta-feira (14), a Blitz Sanear voltou a Canasvieiras para testes de fumaça em pontos de verificação (PV) e caixas de inspeção (CI) da Rua Acary Margarida, onde houve o lacre da semana, a fim de identificar a origem de outros focos de esgoto clandestino na rede pluvial.

A Blitz Sanear é uma força-tarefa da Prefeitura Municipal de Florianópolis e da Casan, realizada por meio do Grupo Sanear Floripa, com o objetivo de fiscalizar ligações irregulares de esgoto que causem prejuízos ao meio ambiente e à saúde pública.

Com mais de 110 ações semanais realizadas desde outubro de 2018, a Blitz Sanear já inspecionou residências, imóveis comerciais, shopping centers, hotéis, restaurantes, pousadas, condomínios e edifícios em mais de 30 localidades de Florianópolis. Na semana passada, o grupo fez operações nos bairros Sambaqui e Ribeirão da Ilha.

Link
Notícias Relacionadas
Comentários »
Contato pelo whatsapp...
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp