28/04/2022 às 15h44min - Atualizada em 29/04/2022 às 00h01min

Logística e metaverso: será viável sua aplicabilidade?

Alessandra de Paula (*)

SALA DA NOTÍCIA Alessandra de Paula
Freepik
Os avanços da tecnologia e multiplicidade das ferramentas colocadas à disposição dos usuários das diferentes plataformas não são mais novidade, mas a presença de alguns conceitos e sua aplicabilidade às diferentes áreas de atuação ainda surpreende.

Assim ocorre com o metaverso. O conceito foi lançado há algum tempo, incorporado pelo Facebook a sua plataforma, e a maioria das pessoas ainda não sabe dizer o que é o metaverso e quais os impactos que ele irá provocar em alguns contextos. O mesmo ocorre com os profissionais de várias áreas, como por exemplo, os da Logística.

Mas o que é o metaverso? Stelmo Carneiro Neto, da Dover Fueling Solution – empresa referência em equipamentos e soluções de energia –, aponta o metaverso como uma nova revolução industrial, responsável por mudanças nos modos de fazer e pensar as questões do cotidiano.

De forma simplificada, o metaverso é um ambiente virtual em 3D (três dimensões), que possibilita a realização de experiências virtuais em realidade virtual (RV) ou em tempo real, realidade aumentada (RA) e, ainda, telemetria. Com isso, permite a repetição de acessos iterativos na internet, oferecendo a possibilidade de elaborar um projeto, produto ou outra ação, com o objetivo de melhorar seu desempenho, rendimento e performance, quantas vezes forem necessárias.

Ao utilizar um processo de desenvolvimento de um produto, por exemplo, utilizando um processo interativo, tem-se a possibilidade de, a partir da criação, testar e fazer revisões, buscando melhorar o produto até que, na revisão final, se observe que foram alcançados os resultados pretendidos.

Tem-se realidade virtual quando os usuários ficam imersos, interagindo no meio digital, sendo que a  realidade aumentada acontece quando são utilizados óculos especiais em 3D, para que o mundo virtual seja trazido para o real, onde acontecem as interações. A telemetria ocorre quando sensores especiais levam ao metaverso características físicas da realidade, como temperatura, umidade e vibração, em caso de exigência para testagem de algum experimento ou projeto.

Em relação à logística, o metaverso pode contribuir para a expansão dos processos interativos dos usuários, possibilitando que façam análises e busquem melhores alternativas e soluções para questões logísticas que precisam ser definidas em grupo.

Esse ambiente digital, tridimensional, permite imersões que o tornam colaborativo, constituindo-se em um ambiente de trabalho, no caso da logística.

Ele pode ser aplicado para monitoramento de cargas, identificando os pontos de estrangulamento, antecipação de impactos e inclui a possibilidade de testagem de novos projetos logísticos, utilizando toda a base de dados disponíveis para repensar estratégias.

Nesse ambiente, as transações podem ser realizadas com processos mais ágeis, velozes, seguros, o que traz um impacto muito grande para a logística, que passará a administrar modelos de pedidos a distância, mobilizando as cadeias logísticas, os operadores, e o que exige a otimização das estratégias em geral.

Para isso, a logística deve se reorganizar rapidamente e construir novos modelos operacionais para se tornar mais eficiente. Nessa reorganização, devem ser contempladas a capacitação de todos os colaboradores envolvidos nos processos logísticos, a construção de uma nova modelagem de sistemas e a criação de um ambiente de trabalho remoto que permita a imersão de todos, em busca dos melhores produtos e resultados.

*Alessandra de Paula - Coordenadora dos cursos de Logística e Gestão do E-commerce e Sistemas Logísticos da Escola de Gestão, Comunicação e Negócios do Centro Universitário Internacional Uninter.
 
Link
Notícias Relacionadas
Comentários »
Contato pelo whatsapp...
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp