02/01/2021 às 00h00min - Atualizada em 02/01/2021 às 00h00min

​Empresas catarinenses fecham ano com crédito do BRDE 25% maior do que em 2019

Da Redação
Cristiano Estrela/Secom
O BRDE (Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul), de Santa Catarina, anunciou encerramento de 2020 com volume total de operações de crédito de aproximadamente R$ 1 bilhão, resultado 25% maior do que em 2019. A instituição informou ainda que aumentou a capacidade de apoio aos empreendedores catarinenses e efetuou mais de 2,7 contratações, número 60% maior do que no ano passado, mesmo durante a pandemia do novo coronavírus, que impactou diretamente na economia das cidades catarinenses e do país todo.

“O BRDE é um banco de desenvolvimento e, para que cumpra seu papel, é necessário que forneça crédito emergencial, com condições de financiamento diferenciadas. Ainda mais em um momento de extrema necessidade como este”, disse o diretor financeiro, Marcelo Haendchen Dutra. “Em um ano de pandemia, com crise em vários setores, o BRDE buscou inovar para contribuir ainda mais com Santa Catarina. O número expressivo de contratações prova que não paramos. Nossas equipes técnicas seguiram desde março em trabalho remotamente para operacionalizar e pulverizar o crédito no estado”, acrescenta Dutra.

Segundo o diretor de Acompanhamento e Recuperação de Créditos, Vladimir Artur Fey, essa pulverização dos recursos para todas as regiões e em diferentes atividades econômicas trouxe benefícios para todo o estado. “Tudo isso comprova a forma plural de atuação do BRDE, contribuindo de maneira decisiva para o desenvolvimento harmônico de Santa Catarina. Alcançamos os mais diversos pontos do estado, ajudando muita gente que procurou o banco e que precisava de apoio neste momento difícil”, destaca.

O BRDE também criou um programa de apoio aos empreendedores do Sul do Brasil, impactados pela crise do coronavírus. O Recupera Sul disponibilizou R$ 100 milhões de recursos do próprio banco para garantir capital de giro para MEIs (Micro Empreendedora Individuais), micro, pequenas e médias empresas. Desse montante, R$ 88 milhões já foram repassados, beneficiando 1.050 empresas até o momento. O restante está em fase de liberação.

“O BRDE socorreu empreendedores dos principais setores da economia com redução de taxas de juros, simplificação de processos, flexibilização de garantias e pulverização do crédito por meio de entidades parceiras”, relata o superintendente da agência do BRDE em Florianópolis, Marcone Souza Melo.

A estimativa é de que com a conclusão dos processos de liberação de recursos em andamento, outros empreendedores sejam beneficiados, aumentando para 12 mil o número de empregos protegidos pelo programa de crédito, através do BRDE. O levantamento prévio mostra que os valores disponibilizados pelo banco chegaram a 127 municípios catarinenses.
Link
Notícias Relacionadas
Comentários »
Contato pelo whatsapp...
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp