01/01/2021 às 08h52min - Atualizada em 01/01/2021 às 08h52min

​Conselho da Chape conclama pela continuidade dos trabalhos após morte do presidente por Covid

Marcos Eduardo Carvalho
Marcio Cunha/ACF
Mais um duro golpe na história da Chapecoense. Quatro anos após o trágico acidente aéreo na Colômbia, que matou 71 pessoas em novembro de 2016, entre eles o presidente Sandro Luiz Pallaoro, agora o clube perdeu o atual presidente, Paulo Magro, vítima da Covid-19, no último dia 30.

Após assumir o cargo em agosto de 2019, ele trabalhava na reconstrução do time, que foi rebaixado para a Série B do Campeonato Brasileiro no ano passado e que atualmente lidera a competição de acesso, estando a duas vitórias de garantir matematicamente o objetivo.

Quis o destino, porém, que Magro não estivesse aqui para acompanhar a retomada do clube. Ele é uma das mais de 5.200 vítimas fatais da doença em Santa Catarina e um dos mais de 190 mil brasileiros que perderam a vida para a Covid-19.

Apesar da tragédia e do luto, no clube catarinense agora o discurso é de continuidade do trabalho que havia sido começado por Magro. Na quinta-feira, o Conselho Deliberativo da Chapecoense emitiu uma nota oficial, assinada por Rudimar Roberto Bortolotto, presidente do Conselho Deliberativo, e Arthur Badalotti Smaniotto, vice-presidente do Conselho Deliberativo e no exercício da Presidência conclamando a sequência do trabalho desenvolvido.

“O Conselho Deliberativo da Associação Chapecoense de Futebol se solidariza com a família, sócios, jogadores, comissão técnica, funcionários do Clube e toda a comunidade chapecoense.

Estamos consternados com o prematuro passamento do presidente Paulo Magro, pessoa que assumiu o Clube em momento de grande instabilidade e descrédito e conseguiu reencontrar o espírito que sempre norteou a agremiação alviverde.

Pai de família, íntegro, humilde e sobretudo de um imenso coração, Paulo conseguiu reunir pessoas e esforços para manter o clube com todas as dificuldades financeiras nestes dois últimos dois anos, trilhando um caminho, para muitos, inimaginável.
Diante do triste ocorrido, conclamamos a todos para apoiarmos a continuidade desse magnífico trabalho, fazendo com que superemos mais essa adversidade, com a força que nos é peculiar”.
Link
Notícias Relacionadas
Comentários »
Contato pelo whatsapp...
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp