31/12/2020 às 19h06min - Atualizada em 31/12/2020 às 19h06min

Chapecoense se despede do presidente Paulo Ricardo Magro, vítima de Covid-19

Da Redação
Marcio Cunha/ACF
Na tarde desta quinta-feira (31), na Arena Condá, às 14h20, os funcionários da Chapecoense se despediram do presidente do clube, Paulo Ricardo Magro, um dos grandes responsáveis pela reestruturação da equipe. Ele morreu de Covid-19 na tarde da quarta-feira. 

De maneira dolorosa, o último dia do ano de 2020 ficou marcado pelo adeus. Diretores, funcionários, membros da comissão técnica e jogadores se despediram do “Pra Sempre Presidente”.

Impossibilitado realizar grandes eventos para a despedida, devido aos protocolos de combate ao Covid-19, a homenagem foi simbólica e com segurança. Dentro do estádio aconteceu a passagem do carro fúnebre e ali foram efetuadas orações, além de uma longa salva de palmas para o presidente.

O cortejo iniciou na esquina entre as ruas Clevelândia e Condá. Centenas de carros com torcedores, amigos, familiares e profissionais do clube acompanharam o corpo até o Cemitério Jardim do Éden, local do sepultamento.

Para relembrar o legado deixado e com a intenção de eternizar os feitos de Paulo Magro na Arena Condá, a Associação Chapecoense de Futebol marcará o nome do presidente no centro da estrela desenhada homenageando os guerreiros que se foram na tragédia aérea de 2016. A simbólica homenagem será ao lado da cadeira do eterno presidente Sandro Pallaoro.
Link
Notícias Relacionadas
Comentários »
Contato pelo whatsapp...
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp