28/12/2020 às 11h49min - Atualizada em 28/12/2020 às 17h28min

Projeto musical promove inclusão social pela internet

Participantes produziram diversos instrumentos musicais e canção. Inciativa foi registrada em documentário

SALA DA NOTÍCIA Redação
Divulgação

A música é elemento presente na vida de todos e tem o poder de gerar vários sentimentos e sensações, como: alegria, tristeza, relaxamento etc. Outro bem que a música pode proporcionar é o efeito terapêutico, principalmente em pessoas com deficiência intelectual. 

Vinicius, 10 anos, tem Síndrome de Down e pode comprovar. A família sempre utilizou a música como ferramenta terapêutica. “Desde bebê ele gostava de músicas e da sonoridade dos instrumentos musicais. O seu favorito até hoje é o pandeiro”, afirma a mãe, Francine. 

O garoto é um dos beneficiários do Instituto Olga Kos, que atende em São Paulo cerca de 3 mil crianças, adolescentes e adultos com deficiência intelectual por meio de projetos culturais e esportivos, além de pessoas sem deficiência, que se encontram em situação de vulnerabilidade social. Ele participou de um projeto muito importante para a sua qualidade de vida, o Música, Luz e Inclusão.  

A iniciativa da organização foi realizada em parceria com a Enel, empresa distribuidora de energia em São Paulo, que utilizou a música como ferramenta de inclusão social. A princípio, a ação seria realizada de forma presencial, porém com a pandemia as atividades foram realizadas em casa, utilizando a internet como meio de conexão entre o IOK e os participantes. 

A ação, que durou de outubro a dezembro, promoveu a confecção de objetos musicais feitos com materiais recicláveis, interação com instrumentos tradicionais, que para isso o IOK disponibilizou a retirada na entidade, para que todos os atendidos tivessem a mesma oportunidade, além do exercício de cantar uma canção criada para a ocasião, que dizia “Sinta a nossa energia, ela é de pura de alegria e a inclusão é a nossa luta todo dia”. 

O resultado foi impactante. Os pontos mais destacados foram: maior sensação de bem-estar, mais concentração nas atividades e novos ganhos de comunicação. “Uma das dificuldades do Vinicius é a fala. Notamos que a interação com o pandeiro gera o desenvolvimento da comunicação, pois ele tenta cantar alguma música acompanhada das batidas no instrumento”, relata a mãe do menino. Mais detalhes do projeto podem ser conferidos acessando  https://pt-br.padlet.com/padolgakos/musicaluzinclusao ou assistindo o documentário da ação no YouTube. 

“Música e arte são ferramentas extremamente importantes de inclusão social. A ação também tem grande impacto nas melhorias de aquisições motoras, cognitivas, tudo isso beneficia a pessoa com deficiência, mas também traz ganhos para a família e sociedade”, afirma Silvia Liz, responsável pelo departamento de cultura do Instituto Olga Kos.  

Vale ressaltar que o instituto teve ação pioneira desde o início da pandemia ao promover a continuidade das atividades por meio da internet. Os participantes realizaram atividades culturais e esportivas em casa, garantindo a segurança de todos. 

Para mais informações sobre a entidade acesse os canais da organização nas redes sociais: @institutoolgakos. 


Link
Notícias Relacionadas
Comentários »
Contato pelo whatsapp...
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp