21/12/2020 às 00h00min - Atualizada em 21/12/2020 às 00h00min

​Recuperação da dívida ativa de São José em 2020 é 26% maior do que no ano passado

Da Redação
Divulgação
O trabalho da Procuradoria Geral do Município de São José em 2020 resultou na recuperação da dívida ativa e garantiu o retorno de aproximadamente R$ 24,3 milhões aos cofres públicos, considerando dados até o mês de novembro. O valor representa um acréscimo de 26% em relação ao mesmo período do ano passado. Os dados foram divulgados pela prefeitura nesta última semana.

Conforme o balanço da Procuradoria, o aumento da arrecadação foi estimulado pela Unidade Regional de Execuções Fiscais Municipais e Estaduais que, a partir do trabalho de centralização do trâmite processual das demandas executivas, implementou mais celeridade aos processos. Outro fator foi o trabalho realizado na Central de Atendimento Imediato do Executivo Fiscal (CAIEF), que promove a conciliação entre contribuintes e o Município nas ações de execução fiscal.

“São José é a segunda maior comarca da região movimentando cerca de 70 mil processos. Este trabalho realizado pela Procuradoria e o implemento de servidores no setor do Executivo Fiscal fizeram com que a arrecadação efetiva tenha aumentado significativamente no Município”, destaca o procurador-geral Rodrigo João Machado.
Detalhes dos avanços alcançados em São José foram compartilhados pelos procuradores do Município com as juízas Gabriela Sailon de Souza Benedet, coordenadora da Unidade Regional, e Alexandra Lorenzi da Silva, que também integra a unidade especializada.

No encontro, realizado na última semana, procuradores e magistradas puderam trocar informações sobre a dinâmica das atividades no âmbito da Unidade Regional e da Procuradoria, estabelecendo um canal de comunicação de forma a proporcionar maior eficiência em seus respectivos trabalhos.

“Diálogo e boa comunicação com as procuradorias fiscais, a exemplo do que aconteceu nesse encontro com os procuradores de São José, importam uma melhor gestão desta unidade, possibilitando o aprimoramento das atividades administrativas e o alcance de maior eficiência em todo o processo executivo”, destaca a juíza Gabriela Sailon de Souza Benedet.

Participaram do encontro em São José o procurador-geral Rodrigo João Machado e os procuradores municipais Alexandre Pereira Hubert, João Gabriel Cardoso de Mello e Karina da Silva Graciosa.

Vale lembrar que a Unidade Regional é uma vara de números expressivos: na sua competência estão as execuções fiscais municipais e estaduais de 27 comarcas, que abrangem 55 municípios, somando um volume aproximado de 450 mil processos.
 
Link
Notícias Relacionadas
Comentários »
Contato pelo whatsapp...
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp