13/01/2022 às 09h37min - Atualizada em 13/01/2022 às 14h31min

Clínica De Recuperação Gratuita: Qual A Diferença Para Uma Particular?

SALA DA NOTÍCIA Boost Assessoria de Imprensa
https://clinicaevangelica.com.br/
Divulgação

São muitas as pessoas que buscam por uma clínica de recuperação gratuita

Pessoas essas que estão passando por algum problema referente às drogas. 

Mas qual a diferença entre uma clínica de recuperação gratuita e uma clínica de reabilitação particular, além, obviamente, de uma ser paga e a outra, não? 

É o que você irá descobrir neste artigo. Boa leitura!

O direito à saúde, é uma lei que consta no artigo 196 da Constituição Federal. 

Nele é dito que todos têm direito à saúde com “acesso universal e igualitário às ações e serviços para sua promoção, proteção e recuperação.”

Levando essa lei em consideração, cada brasileiro deveria ter direito a uma clínica de recuperação gratuita, já que a dependência química é uma doença e, além disso, desencadeia outras doenças.

Mas sabemos que na prática não é bem assim que acontece. 

No Brasil não há serviço gratuito para atender todos aqueles que necessitam de cuidados relacionados à saúde.

Uma alternativa seria recorrer à rede privada. No entanto, isso não é possível para todos os brasileiros. Na verdade, não é possível para a maioria deles.

Segundo dados coletados pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) em 2018 o número de pessoas vivendo em situação de extrema pobreza era de 13,5 milhões de pessoas.

Para se ter uma ideia, esse número é maior que toda a população de Portugal. E não, em 2022 esse número infelizmente não diminuiu.

Para ficar mais claro, estamos falando de famílias que vivem com uma renda mensal menor que R$145,00.

Pessoas que mal conseguem comprar alimento, algo básico. Imagine então ter que pagar uma consulta médica. Ou ainda uma clínica de recuperação.

Uma clínica de recuperação particular é muito cara?

Uma clínica de recuperação particular é muito cara

Uma clínica de recuperação particular é muito cara

Perguntar se algo é caro ou barato é relativo. Claro que para famílias de baixa renda os preços cobrados pelas clínicas de reabilitação particulares podem ser considerados elevados.

Isso acontece porque o tratamento para dependentes químicos envolve um número grande de profissionais e um local com uma estrutura específica para que o tratamento seja eficaz.

Sem contar os gastos com alimentação, medicamentos, contas de água, luz e outras despesas recorrentes. 

Portanto, se formos considerar todos os gastos e esforços envolvidos, o preço que a maioria das clínicas de reabilitação cobra não é caro.

Clínica de recuperação gratuita: uma alternativa

Para aquelas famílias que não têm condições de pagar por uma clínica de recuperação particular, existe a clínica de recuperação gratuita como alternativa.

No geral, a clínica de recuperação gratuita é organizada por igrejas e ONGs que costumam trabalhar apenas com internações voluntárias.

Ou seja, somente aceitam pacientes que estão dispostos espontaneamente a iniciarem o tratamento contra a dependência química.

Um problema a ser pontuado é que, por a clínica de recuperação gratuita não cobrar mensalidades ou taxas, dependem de doações e profissionais que estejam dispostos a trabalhar sem remuneração.

Devido a essa dificuldade a clínica de recuperação gratuita acaba não tendo a estrutura necessária para de fato reabilitar um dependente químico.

Mas é claro que essas instituições fazem um trabalho excelente, dentro do que lhes é permitido e possível fazer.

A Clínica Evangélica não possui tratamento gratuito

Como você acabou de ler, o tratamento para dependente químico envolve altos custos e é por isso que a Clínica Evangélica não possui tratamento gratuito.

No entanto, entendemos que boa parte das pessoas que precisam de tratamento e seus familiares não possuem condições para arcar com as despesas da internação.


Link
Notícias Relacionadas
Comentários »
Contato pelo whatsapp...
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp