08/12/2020 às 23h17min - Atualizada em 08/12/2020 às 23h17min

Chapecoense leva a melhor no clássico catarinense, mantém vantagem na ponta e Avaí fica mais longe do acesso

Marcos Eduardo Carvalho
Marcio Cunha/ACF
Cada vez mais líder, a Chapecoense venceu o clássico catarinense contra o Avaí por 2 a 0, fora de casa, na noite desta terça-feira, no estádio da Ressacada, em Florianópolis, pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B.

Com o resultado, o time do técnico Umberto Louzer vai a 54 pontos e mantém os quatro pontos sobre o vice-líder América-MG, além de abrir 12 pontos para o Cuiabá, primeiro time fora do G-4, ficando ainda mais perto do acesso.

Já o Leão da Ilha, que ainda está sem técnico após a demissão de Geninho, foi comandado interinamente por Evando Camillato, completou o quarto jogo sem vitórias e segue com 37 pontos, em 10º lugar, cada vez mais longe do G-4, agora seis pontos atrás do Juventude.

Na próxima rodada, o Avaí visita a Ponte Preta, em Campinas, sexta-feira, a partir das 19h15. Já a Chapecoense joga no sábado, quando recebe o CRB, a partir das 21h, na Arena Condá.

O JOGO.

Em campo a primeira grande chance veio com a Chape, logo a 2min, com Anselmo Ramon, que recebeu na marca do pênalti e chutou em cima do goleiro Lucas Frigeri. Os visitantes eram melhores no começo da partida e o Avaí tinha dificuldades em sair jogando.

Aos 7min, Paulinho Moccelin recebeu pela direita e bateu cruzado, com muito perigo, e a bola saiu à direita do goleiro do Avaí. O gol estava amadurecendo e, aos 10min, Moccelin encobriu Frigeri, que estava mal colocado, e abriu o placar para a Chape, em cobrança de falta despretensiosa.

Com o gol, a Chape recuou mais e o Avaí tentou ir para cima, mas não conseguia concluir. E, aos 25min, o Verdão do Oeste ainda quase ampliou, em bola alçada de Moccelin, que ia entrando e Alan Costa salvou em cima da linha.
O time da casa só começou a chegar com um pouco mais de perigo a partir dos 30min, mas ainda assim sem muita consistência. No final, a Chape foi para o intervalo com vantagem parcial.

No segundo tempo, o Avaí tentou ser mais ofensivo no começo. Aos 6min, com Rômulo, teve a melhor chance do jogo, com chute forte no canto esquerdo, que o goleiro desviou para escanteio.

Outra boa chance veio aos 13min, quando Valvívia recebeu na entrada da área e chutou à direita do goleiro, assustando a Chape.

Aos 18min, Chape criou grande chance, com cruzamento de Mike e Alemão se enrolando para afastar; ele quase marcou gol contra e João Frigeri afastou a bola de soco.

Os visitantes estavam melhorando no jogo e quase ampliaram aos 25min, quando Paulinho Moccelin avançou pela direita e cruzou rasteiro para Anselmo Ramon, que recebeu embaixo da linha do gol, mas marcado acabou completando por cima, sem goleiro.

Em outra chance da Chape, aos 29min Alan Ruschel cobrou falta com perigo e Frigeri se esticou para desviar para escanteio. O Avaí respondeu um minuto depois com Gastón Rodríguez, que arriscou do meio de campo, pegou o goleiro João Ricardo adiantado, mas ele acabou conseguindo desviar para escanteio.

Mas as chances do Avaí eram escassas. E a Chapecoense, mesmo em vantagem no placar, levava mais perigo e tinha mais oportunidades para ampliar. E em um rápido contra-ataque aos 36min, Roberto recebeu passe açucarado de Moccelin pela esquerda e tocou na saída do goleiro do Avaí, fazendo 2 a 0.

Com aquele placar, a partida ficou praticamente definida. O Avaí não conseguiu mais assustar e a Chape ainda teve a chance de marcar o terceiro.
Link
Notícias Relacionadas
Comentários »
Contato pelo whatsapp...
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp