08/12/2020 às 15h40min - Atualizada em 08/12/2020 às 19h57min

Startup catarinense recebe investimento de jogador de futebol

Iopoint de Santa Catarina desenvolve app de gestão de pessoas e recebe investimento do jogador de futebol Douglas Grolli

DINO
https://iopoint.com.br/


Uma empresa jovem, com um modelo de negócios repetível e escalável, em um cenário de incertezas, desenvolvendo soluções inovadoras é uma startup. Embora não se limite apenas a negócios digitais, uma startup necessita de inovação para não ser considerada uma empresa de modelo tradicional. A utilização do termo começou durante a crise das empresas ponto-com, entre 1996 e 2001. Startup na etimologia da palavra também é sinônimo de iniciar. O Brasil tem 12.727 startups, entre 2015 e 2019 registraram o crescimento de 207%, representando ganhos de US$ 2,7 bilhões em aportes somente no ano de 2019, em comparação com 2018 o crescimento é de 80%, segundo a Associação Brasileira de Startups (Abstartups). O Brasil tem avançado expressivamente neste segmento, com inovações que impulsionam a atenção de diversos investidores, como o jogador profissional Douglas Grolli, que atua no futebol japonês.

O jogador investiu em uma startup brasileira, a empresa de tecnologia iopoint, de Santa Catarina, que desenvolveu uma solução que gerencia a jornada de trabalho de funcionários em organizações, para atender todos os segmentos econômicos nos setores público e privado. A iopoint criou um aplicativo que registra o ponto de colaboradores por GPS substituindo o relógio de ponto. Esta iniciativa, liderada pelo CEO Jungles Wegher, idealizador do projeto e fundador da startup, foi reconhecida em 2019 como uma das 100 (cem) melhores ideias de Santa Catarina pelo Programa Centelha do Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovação, atraindo o interesse do jogador.

Para Douglas Grolli, campeão paranaense 2014, catarinenses 2017 e baiano 2018, investir em startup é uma questão de negócio que sempre o interessou, pois como atleta sua vida profissional é curta, então pesquisar minimamente para manter-se informado sobre empreender e investir, segundo seus ideais, é essencial para seu futuro financeiro.

“Quando surgiu a oportunidade de investir na iopoint me senti tranquilo, porque conheço bem as pessoas envolvidas e isso me passou segurança para investir, fiz essa escolha porque acredito muito no projeto, há um potencial enorme de crescimento. Com a iopoint temos a possibilidade de fazer a diferença na vida de muitas pessoas, hoje em dia todo mundo necessita de mais tempo e com o nosso aplicativo, devido à extrema praticidade e exatidão que oferecemos, é possível dar esse tempo tanto para o empresário, sua equipe e seus colaboradores,” conta Douglas, que também afirma que se sentiu parte integrante da equipe. Mesmo longe e com fuso horário de 12 horas, mantém contato diário, fazendo questão de participar do crescimento diário da empresa.

Sobre suas expectativas, relata: “Espero ajudar a abrir mercado através da minha rede de contatos, visualizo estar trabalhando na equipe assim que for possível. Penso que é um mercado em ascensão e com grande potencial de crescimento nos próximos anos, pois faz parte da indústria 4.0, em pleno crescimento. Oferecemos mais agilidade para os usuários e mais economia para empresas, nosso objetivo inicial é o mercado nacional, mas no futuro próximo o objetivo é o mercado internacional. Reconheço que não é tão comum jogadores estarem envolvidos no mercado tecnológico, mas sempre me preocupei muito com o meu futuro e nesse projeto visualizo uma possibilidade grande de crescimento e estabilidade para futuro a médio e longo prazo.”

Segundo Jungles Wegher, CEO da iopoint, este investimento impulsionará o desenvolvimento da empresa para levar a solução a organizações que necessitem diminuir custos com a aquisição de equipamentos e melhorar a gestão da jornada de trabalho, fazendo com que o funcionário tenha um canal de comunicação diretamente ligado ao sistema de gestão de pessoas das corporações.  “O que pretendemos com app é facilitar o registro da jornada de trabalho – ponto do funcionário – para que as empresas ganhem competitividade nos mercados em que atuam”.

O app iopoint registra o ponto mesmo sem estar conectado à internet com gestão integrada impedindo fraude e localizando via GPS, é homologado pela portaria 373 do Ministério do Trabalho e Emprego, atendendo a todas as jornadas de trabalhos previstas na CLT e com a opção do banco de horas individual conforme a MP 927 do poder executivo. O valor do investimento não foi revelado.

A startup nasceu através da dificuldade das relações de controle de ponto, jornada de trabalho, cálculo de horas trabalhadas, cálculo de adicional noturno e gerenciamento de banco de horas, com transparência e segurança. A iniciativa modernizou o setor, justamente em um momento delicado das relações de trabalho, devido à mudança repentina causada pela pandemia viral, situação em que profissionais de todas as áreas estão isolados em suas residências em Home Office. No Brasil a cultura Home Office é pouco difundida, tratada com certa desconfiança, mas que passou a ser regra e com expectativas de crescimento no pós-pandemia. Para elevar a um outro patamar as relações trabalhistas a startup inovou focando em uma dor da gestão de pessoas, fortalecendo a confiança no modelo Home Office e transformando a vida de milhares de pessoas, substituindo processos engessados por processos rápidos, competitivos, atualizados e conectados.

Link
Notícias Relacionadas
Comentários »
Contato pelo whatsapp...
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp