05/12/2020 às 20h55min - Atualizada em 05/12/2020 às 20h55min

​Criciúma se livra do rebaixamento e Brusque se classifica após combinações de resultados

Marcos Eduardo Carvalho
Lucas Gabriel Cardoso/Brusque EC
No decisivo confronto catarinense na última rodada da primeira fase do Campeonato Brasileiro da Série C, no fim das contas os dois se deram bem, graças a outros resultados. O Criciúma empatou com o Brusque por 2 a 2, neste sábado, no estádio Heriberto Hulse, chegou aos 19 pontos no grupo B e se livrou o risco de rebaixamento. Mesmo que perdesse, se salvaria também, já que o São Bento perdeu em casa para o Ituano por 3 a 0.

Ainda assim, time comandado pelo técnico Itamar Schulle não terminou bem a temporada e fechou o campeonato com oito jogos sem vencer.

Por outro lado, o Brusque, comandado pelo técnico Jerson Testoni, completou sete jogos sem vencer, novamente jogou mal e só se classificou porque uma das combinações de resultado aconteceu: o lanterna Boa Esporte segurou o Tombense, fora de casa, por 1 a 1, no confronto dos mineiros, resultado que garantiu o Quadricolor em quarto lugar no grupo, com 29 pontos, dois a mais do que a equipe de Tombos.

Na segunda fase, o Brusque vai ficar no grupo C, ao lado de Santa Cruz, Ituano e Vila Nova. O grupo D terá Remo, Paysandy, Ypiranga-RS e Londrina.
 
O JOGO.

Como mandante, o Criciúma começou a partida pressionando, buscando o gol. Aos poucos, porém o Brusque foi se soltado. Os dois precisavam do resultado.

Aos 13min, o árbitro marcou pênalti de Foguinho em Garcez. Os jogadores do Criciúma reclamaram muito, mas a cobrança foi feita aos 15min, com Thiago Alagoano, que cobrou quase no meio de gol e abriu o placar aos visitantes.

O gol deixou o Tigre mais nervoso e o Brusque, logo em seguida, teve outra chance de ampliar o placar, mas não conseguiu.

Porém, aos 21min, após jogada pela esquerda, o Criciúma empatou, com Felipe Menezes aproveitando cruzamento e chutando com força: 1 a 1.

O time da casa teve a chance da virada aos 28min, em cobrança de falta, quando o goleiro do Brusque espalmou de forma espetacular.

O Brusque, depois de levar o empate, sentiu a pressão e caiu de produção. Não conseguia mais atacar e levar perigo. E o Criciúma crescia em volume. Aos 35min, Foguinho recebeu na entrada da grande área e marcou um golaço, de fora da área, com força, virando o placar para os donos da casa.

O resultado garantia a permanência do Tigre na Série C e, naquele momento, o Brusque também avançava graças à vitória parcial do lanterna e já rebaixado Boa Esporte sobre o Tombense fora de casa, no duelo mineiro.
No segundo tempo, aos 4min, em cobrança de falta pela esquerda, o Criciúma quase ampliou, mas o chute cruzado foi desviado pelo goleiro e foi para escanteio, com perigo.

O tempo ia passando e o Brusque não conseguia ir em busca do empate. Para o time da casa, o resultado era perfeito. O Quadricolor ficava de olho no outro jogo, no qual o Tombense chegava ao empate contra o Boa.

A partir dos 20min, o Brusque conseguiu adiantar a marcação e permanecer mais no campo de ataque, mas sem sucesso para conseguir o empate. E aos 41min, o Criciúma, em contra-ataque lançado por Foguinho, Victor Guilherme recebeu livre, mas chutou em cima do goleiro Ruan Carneiro, que desviou para escanteio.

E, aos 47min, os visitantes chegaram ao empate, com Thiago Alagoano, completando de dentro da pequena área. Pouco tempo depois, o jogo em Tombos acabou empatado e o Brusque avançou antes do jogo acabar.
Link
Notícias Relacionadas
Comentários »
Contato pelo whatsapp...
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp