21/11/2021 às 20h51min - Atualizada em 21/11/2021 às 20h51min

Avaí vence o Náutico fora de casa e depende das próprias forças para conquistar o acesso

Marcos Eduardo Carvalho
Tiago Caldas/CNC
O Avaí venceu o Náutico por 2 a 1 na noite deste domingo (21), no estádio dos Aflitos, em Recife, pela 37ª e penúltima rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.

Com esse resultado, o time catarinense, sob comando do técnico Claudinei Oliveira, agora só depende de suas próprias forças para conquistar o acesso, pois foi a 61 pontos, em terceiro lugar.

Por sua vez, o Timbu, comandado pelo treinador Hélio dos Anjos, com 52 pontos, só cumpre tabela.

Agora, na próxima rodada, que é a o Leão da Ilha volta a jogar no dia 28 de novembro, outro domingo, quando recebe o descompromissado Sampaio Corrêa, a partir das 16h, na Ilha do Retiro, em Florianópolis.
Se fizer o dever de casa, o Avaí volta para a elite depois de dois anos de fora.

Enquanto isso, o Náutico joga já na quinta-feira (25), em jogo antecipado contra o também já eliminado Cruzeiro, a partir das 20h, no estádio do Mineirão, em Belo Horizonte, no fechamento da temporada.

O jogo

O Avaí começou com tudo e, aos 40 segundos, arrancou pela esquerda e o atacante Getúlio, cara a cara com o goleiro, chutou em cima dele, na pequena área, perdendo uma chance incrível logo de cara.

Depois, aos 6min, outra boa chegada do Leão foi com Copete, em chute de fora da área, quando mandou por cima do gol, com perigo.

Porém, o Náutico também estava vivo no jogo e, aos 9min, arriscou um chute perigoso em que o goleiro Glédson fez boa defesa.

Mas, no lance seguinte, aos 10min, Getúlio recebeu passe de Copete, livre de marcação, e bateu cruzado, no canto esquerdo e rasteiro: 1 a 0.

Melhor em campo, o time catarinense perdeu outra grande chance com Getúlio aos 32min, quando ele chutou da pequena área e o goleiro espalmou.

Porém, o jogo não estava fácil e, aos 36min, Matheus Jesus quase empatou o jogo em cabeceada à queima-roupa, onde o goleiro Glédson fez uma defesa milagrosa.

Segundo tempo

Na etapa final, o Náutico voltou mais ofensivo e o Avaí, que deu o campo para os donos da casa, tentou explorar mais os contra-ataques para matar o jogo.

Mas o jogo estava lento, sem chances de gol e o time catarinense não conseguia explorar os contra-ataques.
Aos 20min, o Náutico assustou com Álvaro, que recebeu pela esquerda e mandou por cima do gol, mas sem muito perigo.

Na metade do segundo tempo, o time catarinense simplesmente não tinha feito uma única finalização a gol.
O primeiro chute a gol do Leão foi aos 27min, em cobrança de falta de Renato, que passou por cima da meta

Mas, um minuto depois, Murillo quase empatou para o Náutico, em chute forte que o Glédson fez grande defesa.
O Avaí começou a dar bobeira e, aos 35min, Matheus Jesus quase empatou, quando recebeu livre na área e mandou por cima do gol, com perigo.

Mas, quatro minutos depois, o Avaí marcou o segundo gol, com Renato, que entrou no segundo tempo.
Ele recebeu passe de Copete, livre pela direita, e mandou no canto esquerdo do goleiro: 2 a 0.

Logo depois, o clima esquentou e Iury, do Avaí, foi expulso, deixando o time catarinense com um a menos na reta final.

E, aos 44min, Djavam ainda marcou um gol para o Náutico, deixando o jogo mais tenso no final.
 
Link
Notícias Relacionadas
Comentários »
Contato pelo whatsapp...
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp