19/11/2021 às 00h00min - Atualizada em 19/11/2021 às 00h00min

Projeto “Quarta Legal” em Florianópolis leva às comunidades oportunidades de trabalho e orientações ao consumidor

Da Redação
Marcos Albuquerque/PMF
A Prefeitura de Florianópolis, por meio do Instituto de Geração de Oportunidades de Florianópolis (Igeof) e do Procon Municipal de Florianópolis, levará às comunidades da Capital, oportunidades de captação de currículos para encaminhamento ao mercado de trabalho e orientações ao consumidor. O bairro Rio Vermelho, localizado no Norte da Ilha, será o primeiro a receber ação.

Segundo a administração, o objetivo do projeto é aproximar ainda mais a Prefeitura das comunidades facilitando o acesso a quem mais precisa. A ação acontecerá a cada 15 dias, nas quartas-feiras, em uma comunidade de Florianópolis, das 13 às 17h, seguindo todos os protocolos de segurança.

As equipes técnicas da Secretaria de Defesa do Cidadão, do Procon Municipal e do IGEOF estarão com suas estruturas instaladas para disponibilizar orientações aos consumidores, análises de reclamações, agendamentos e encaminhamentos legais, bem como auxílio na elaboração de currículos e encaminhamentos ao mercado de trabalho através do SINE Municipal e do Floripa Mais Empregos.

Para o Secretário Municipal de Defesa do Cidadão, Erádio Manoel Gonçalves é fundamental ouvir e ajudar as pessoas que mais necessitam de oportunidades. “Iremos esclarecer dúvidas, dar orientações e fazer encaminhamentos. Mais oportunidades, mais empregos, maior possibilidade de crescimento da economia local”.

O projeto iniciará as atividades pelo bairro São João do Rio Vermelho, no estacionamento da Intendência do bairro, localizado na Rodovia João Gualberto Soares, 6517 (ao lado do Posto de Saúde).
 
Para o Superintendente do Procon Municipal, Michel Polli Mendes, o projeto Quarta Legal “objetiva aproximar a PMF das comunidades, diminuir burocracias, priorizar a segurança e assegurar os direitos aos consumidores”. E mais, “muitas pessoas não possuem condições, inclusive financeira, para se deslocarem até o centro, tendo, muitas vezes, problemas de fácil solução”.

Os interessados devem ter em mãos um documento com foto, CPF e um comprovante de residência.

Noemi Leal, Superintendente do IGEOF destaca “que é fundamental auxiliar as pessoas na qualificação e encaminhamentos às vagas de emprego, o que certamente impactará na melhoria de vida desses cidadãos”.
Link
Notícias Relacionadas
Comentários »
Contato pelo whatsapp...
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp