27/10/2021 às 15h35min - Atualizada em 27/10/2021 às 18h30min

Ex-entregador vai do salário mínimo à receita de R$2,8 milhões com franquia da Tintas MC

Rogério Fernandes começou na rede com apenas 16 anos e, passadas três décadas, comanda uma das unidades que mais cresce e tem planos para adquirir novas lojas da marca

SALA DA NOTÍCIA Bárbara Cardi Camarini
https://loja.tintasmc.com.br/
Divulgação

Quando iniciou na Tintas MC como entregador ganhando um salário mínimo no distante ano de 1990, Rogério Fernandes, então com 16 anos, jamais imaginaria que três décadas depois seria um franqueado da marca e faturaria mais de R$2,8 milhões em 2020. Comemorando quase dois anos da sua unidade em Alphaville, na Grande São Paulo, ele olha com carinho para a trajetória que construiu na maior rede de lojas de tintas do Brasil.

Todos os dias, Fernandes usava sua bicicleta para levar inúmeras latas de tinta da unidade da Barra Funda até a casa dos clientes. Seu esforço logo foi reconhecido e, em seis meses, passou para a função de balconista.

“Comecei a trabalhar por necessidade. Eu sabia que poderia acabar não fazendo uma graduação, então decidi colocar minha mão na massa”, explica. Foram três anos como vendedor até Rogério ser alçado ao posto de gerente da loja da Barra Funda com apenas 20 anos de idade.

Aos 22 anos, Rogério passou a administrar a unidade de Santo Amaro, em São Paulo. Esta mudança de ares foi um passo essencial para que o empreendedor conhecesse melhor o mercado em que atuava. “Uma vez que você começa a trabalhar com tintas, você se apaixona. Eu sou a prova viva disso e minha ida para Santo Amaro me fez conhecer ainda mais deste universo”, diz Rogério.

Uma década depois, entre 2006 e 2007, Rogério iniciou uma nova etapa dentro da Tintas MC. Como gerente regional, função que ocupou por mais de 10 anos, Fernandes chegou a supervisionar mais de 20 lojas da marca na região da Grande São Paulo. Dentre suas funções, estavam incluídas gestão comercial, assessoria administrativa e cobrança de metas, habilidades que seriam fundamentais para seu próximo passo na carreira.



O começo do empreendimento

Em 2018, Rogério deixou o cargo de gerente regional para empreender e tornou-se sócio de uma loja própria da Tintas MC em Alphaville. Logo no ano seguinte, o empresário faturou mais de R$2,2 milhões, batendo receitas superiores a R$300 mil em alguns meses. Os resultados positivos o levaram a comprar a loja, que se tornou uma das mais de 60 franquias da rede.

Em seu primeiro ano como franqueado, Rogério conseguiu um faturamento 25% maior do que no ano anterior, apesar da crise econômica e sanitária instaurada pela pandemia. “Os primeiros meses da quarentena foram difíceis. Além do público estar com medo, nós também ficamos receosos. Mas, a partir de maio, percebemos um aumento constante na procura por tintas tanto de pessoas quanto de empresas”, explica Fernandes.

Com a retomada gradual da economia e com a vacinação alcançando números positivos, para 2021, faltando quatro meses para o fim do ano, o empresário prevê arrecadar R$5 milhões, cerca de 78% a mais em relação ao ano anterior. O crescimento constante do faturamento, entretanto, não é o único objetivo de Rogério. De acordo com o empresário, ele também tem planos de se tornar um multifranqueado. “Quero abrir mais uma franquia da Tintas MC. Já estamos nos planejando, estudando o mercado e avaliando possibilidades, com o suporte da franqueadora”, afirma.

Nesses 30 anos, Rogério afirma que a vivência adquirida dentro da rede foi um grande combustível para o seu crescimento. “A Tintas MC tem uma visão de proporcionar oportunidades para seus funcionários, incentivando o desenvolvimento pessoal e profissional de seus colaboradores”, afirma o franqueado.


Link
Notícias Relacionadas
Comentários »
Contato pelo whatsapp...
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp