15/10/2021 às 17h54min - Atualizada em 15/10/2021 às 17h54min

Edu pega pênalti, Brusque vence o Remo de virada e se afasta da zona de rebaixamento

Marcos Eduardo Carvalho
Lucas Gabriel Cardoso/Brusque FC
Com direito a Edu perdendo pênalti e defendendo pênalti, o Brusque venceu o Remo por 3 a 1 de virada na tarde desta sexta-feira (15), no estádio Augusto Bauer, em Brusque, pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B.

Com esse resultado, o time catarinense, comandado pelo técnico Waguinho Dias, foi a 35 pontos, cinco acima da zona de degola.

Por sua vez, o time paraense, sob comando do técnico Felipe Conceição, segue com 38, longe da zona de acesso.
Agora, na próxima rodada, o Quadricolor volta a campo na quarta-feira (20), quando visita o Botafogo, a partir das 20h30, em parada dura no estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro.

Enquanto isso, o Azulão volta a jogar apenas no outro domingo, dia 24 de outubro, quando recebe a Ponte Preta, a partir das 16h, no estádio Baenão, em Belém do Pará.

O jogo

O gramado estava bastante pesado e castigado por causa da chuva, o que atrapalhou bastante o andamento da partida nos primeiros minutos de jogo.

Mesmo assim, o Brusque tentava se impor no campo de ataque, mas sem muita objetividade.

No entanto, o Remo também tentava sair para o jogo e não se limitava a ficar fechado na defesa.

Assim, aos 13min, o time visitante abriu o placar após cruzamento da direita, em que o atacante Pingo subiu de cabeça, livre, e mandou para o gol: 1 a 0.

Depois, o Brusque teve sua primeira grande chance aos 19min, com John Clay, que chutou forte, de fora da área, e o goleiro espalmou para escanteio.

Com isso, o time da casa passou a pressionar mais e acuou o Remo no campo de defesa, mas não conseguia chegar ao gol.

Mas o primeiro tempo terminou mesmo em 1 a 0 para o Remo.

Segundo tempo

Depois do intervalo, o Brusque chegou a marcar um gol aos 13 segundos, mas Lucas Tocantins estava impedido e o lance foi anulado.

Enquanto isso, o time da casa tinha dificuldades em pressionar, até por causa do campo ruim, que tirava a velocidade da bola.

Mas, aos 9min, após cobrança de falta no prolongamento da grande área, o atacante Luizão meteu a cabeça na bola e empatou: 1 a 1.

Logo em seguida, aos 12min, em novo cruzamento para a área, a bola sobrou livre para o meia Thiago Alagoano, que girou e mandou para o gol: 2 a 1.

Depois, aos 29min, o Brusque teve um pênalti marcado com auxílio do VAR. Porém, o artilheiro Edu cobrou mal e o goleiro Thiago, do Remo, defendeu.

Em seguida, Hugo Borges recebeu dentro da pequena área, sem goleiro, e mandou na trave, perdeu uma chance mais clara do que o pênalti.

Mas, aos 48min, Edu marcou o terceiro gol, se redimiu do pênalti e fechou o placar.
Depois, aos 50min, Ruan Carneiro fez pênalti, bateu a cabeça, ficou grogue e Edu teve que ir para o gol no último ataque.
Edu pegou o pênalti de Gedoz, mas na sobra, o Remo marcou no rebote, mas o lance foi anulado por invasão
Link
Notícias Relacionadas
Comentários »
Contato pelo whatsapp...
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp