22/09/2021 às 00h00min - Atualizada em 22/09/2021 às 00h00min

Floram planta mais de 3.000 árvores nativas por ano em Florianópolis

Da Redação
Marcos Albuquerque/Divulgação
As árvores nativas são patrimônio natural de Florianópolis. Elas fazem parte da história e das origens da Ilha. Pensando nisso, a Prefeitura de Florianópolis, por meio da Floram, desenvolve projetos como o Árvores Nativas de Floripa e Abraçando Árvores que cultivam e recuperam a flora regional, preservando a memória de Florianópolis. 

Através de pesquisas desenvolvidas pela Floram, foi constatado que 90% das árvores plantadas na região central de Florianópolis são de espécies exóticas que foram trazidas de outros locais do mundo. Assim o Projeto Árvores Nativas de Floripa nasceu em 2016, com o objetivo de preservar as árvores regionais e dar continuidade ao patrimônio genético vegetal. Através desse projeto, são passadas orientações sobre as árvores de plantio apropriadas para ruas, parques, praças e outras áreas verdes da cidade. Além de iniciar o uso, de forma experimental, de espécies nativas pouco comuns no ambiente urbano na arborização das calçadas, como a pitangueira, a carobinha e o araçazeiro.

São cerca de 50 espécies nativas selecionadas pela Floram para o plantio, e elas podem ser cultivadas pela população em casas e em áreas públicas. A Prefeitura de Florianópolis disponibiliza orientações para plantio de árvores em áreas verdes públicas, como explica a Engenheira Agrônoma da Floram, Carolina Amorim: “Nós fizemos um estudo sobre as árvores nativas que melhor se adaptam à área urbana, e indicamos para as pessoas que tem interesse em plantar uma árvore em um local privado ou público. Para plantar nas vias públicas é essencial que o cidadão entre em contato com a Floram para darmos as orientações e a autorização.” 

Mas antes de plantar as árvores, é importante conhecê-las. E foi pensando em valorizar esse conhecimento que o Projeto Abraçando Árvores surgiu. Ele foi criado pela equipe de Educação Ambiental da Floram em 2021 e oferece capacitação para alunos, professores e toda a comunidade sobre espécies de árvores nativas. Os educadores ambientais da Floram ensinam as características de cada árvore, método de plantio, sua utilidade no passado e no presente além de conhecimentos populares sobre essas plantas. Uma das árvores citadas pelos educadores é o Guarapuvu, que é símbolo da Ilha.

Através do Projeto são atendidos grupos no Parque Municipal do Córrego Grande, Parque Natural Municipal do Morro da Cruz, Parque Municipal da Lagoa do Peri e Parque Natural Municipal Lagoa Pequena onde recebem as aulas e podem plantar uma árvore junto com os educadores da Floram.“É importante a gente falar constantemente para as crianças e para toda a comunidade sobre a importância da nossa flora e não apenas no dia da árvore. Essas árvores são as raízes da Ilha que estão, e precisam continuar sendo preservadas.” ressalta a pedagoga e educadora ambiental da Floram, Maria Aparecida Cabral de Sá


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Manezinho News Publicidade 1200x90
Contato pelo whatsapp...
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp